Descrição

O músico cego é uma das obras mais conhecidas do escritor ucraniano Vladimir Korolenko (1853-1921). O romance conta a história de Piótr Popélski, garoto que nasce sem enxergar. A novela mostra a trajetória do menino, suas sensações e reações, entre a luz e a escuridão, e sua sensibilidade e aptidão em relação à música. A narrativa, delicada, foi assim avaliada pelo crítico russo Alexandre Skabitchevsky: “O músico cego é a última palavra da perfeição, uma das obras mais admiráveis com as quais o mundo literário já pôde contar. Impossível pensar em um tema tão simples, com menos artifícios, e ao mesmo tempo uma análise psicológica mais profunda”.

Korolenko, considerado por Liev Tolstói “um dos principais contistas da literatura de língua russa” e comparado a Charles Dickens pelo crítico Otto Maria Carpeaux, nasceu no sudeste do Império Russo, em Jitómir, atual Ucrânia – uma região multicultural, que passou pelo domínio russo, polonês e ucraniano, onde ele situa essa novela. Com 20 anos, foi estudar em Moscou, onde se envolveu com movimentos estudantis – o que lhe rendeu uma deportação para a Sibéria. Foi lá, durante o exílio, que começou a escrever. Preocupado em denunciar injustiças sociais e sofrimentos humanos, o escritor é considerado um precursor da literatura proletária. Chamado por seus contemporâneos de “consciência de nossa época”, obteve tanto a aceitação popular como a dos meios intelectuais.

 

Autor(a)

Korolenko, considerado por Liev Tolstói “um dos principais contistas da literatura de língua russa” e comparado a Charles Dickens pelo crítico Otto Maria Carpeaux, nasceu no sudeste do Império Russo, em Jitómir, atual Ucrânia – uma região multicultural, que passou pelo domínio russo, polonês e ucraniano, onde ele situa essa novela. Com 20 anos, foi estudar em Moscou, onde se envolveu com movimentos estudantis – o que lhe rendeu uma deportação para a Sibéria. Foi lá, durante o exílio, que começou a escrever. Preocupado em denunciar injustiças sociais e sofrimentos humanos, o escritor é considerado um precursor da literatura proletária. Chamado por seus contemporâneos de “consciência de nossa época”, obteve tanto a aceitação popular como a dos meios intelectuais.

Ficha Técnica

Informação Adicional

Ocultar preço N/A
PDF primeiras páginas N/A
Dimensão (cm)
Peso (g)
Ano de Publicação 2019
Número de Páginas
Encadernação e Acabamento
ISBN 978-65-86398-19-9
Escritor(a) Vladimir Korolenko
Tradutor(a) Klara Gourianova
Ensaísta(s) Elena Vássina
Designer
Ilustrador(a)
Idioma Original Russo
tradutor ensaio

Saiu na Imprensa

"A percepção dessa refinada sensibilidade atinge um de seus pontos máximos em 'O Músico Cego'. Nessa novela, narrada em terceira pessoa, o protagonista principal é um menino cego de nascença. Além da poeticidade e do romanesco da narrativa, ela se coloca como um tratado exemplar sobre como pode ser tratada, amorosa e construtivamente, a cegueira infantil." Aurora Bernardini Estadão 05/08/2016 https://cultura.estadao.com.br/noticias/literatura,nova-caixa-retoma-a-obra-densa-e-refinada-de-vladimir-korolenko,10000067315

"Há duas linhas principais que sustentam os escritos de Korolenko: os problemas das relações indivíduo (desvalido) /sociedade (Em Má Companhia) e as recordações da infância (O Músico Cego), ambos poeticamente descritos e marcados por um profundo conhecimento psicológico e uma orientação sócio-filosófica, orientação essa que ele deve, em grande parte, à influência paterna." Aurora Bernardini Estadão 05/08/2016 https://cultura.estadao.com.br/noticias/literatura,nova-caixa-retoma-a-obra-densa-e-refinada-de-vladimir-korolenko,10000067315

"Nenhum livro de Korolenko era lançado no Brasil há mais de 50 anos, ausência que agora chega ao fim graças a uma caixa da editora Carambaia que conta com dois trabalhos do autor: "Em Má Companhia" – romance sobre um menino de família rica que se envolve com uma turma de crianças pobres – e "O Músico Cego", sua obra mais famosa, que conta a história de um garoto que nasce cego e desenvolve grande sensibilidade para a música." Rodrigo Casarin, Página Cinco UOL - 29/03/2
016 https://paginacinco.blogosfera.uol.com.br/2016/03/29/russos-esquecidos-dentre-eles-um-nobel-retornam-as-livrarias-do-pais/

Talvez você se interesse por estes produtos

Formas de Pagamento

formas de pagamento

Livro Acessível

Selos de Segurança

selo segurança - site seguro

Aguarde...

ou
ou